Blusa Vazada – e Fina!

Faz um tempinho que a tendência do sutiã de fora tomou conta com regatas super cavadas e eu juro que achei que no próximo verão o sutiã ia voltar a fazer papel de contra-regra (aquele que nunca aparece) nos looks, mas aparentemente enganada estou.

É que dois looks passaram pelo meu radar na semana passada e o que mais me chamou a atenção foi como eles eram parecidos – mesmas cores, formas muito parecidas, mas mais do que isso a blusa entregou tudo, e nem era da mesma loja! Dá só uma olhadinha:

blusa-vazada-1

Calça preta soltinha e blusa branca, mostrando que o black and white tá aí e por aí pretende ficar por um tempo, e blusa totalmente vazada. Nada daquele modelo redinha que também deu as caras no verão passado, a parada é tu-do-de-fo-ra. Aqui em cima o look é tipo uma rede bem aberta, como uma segunda versão. Já aqui embaixo, o lance é outro: um poá vazado que é geometria e ousadia pura. Amei quilos.

blusa-vazada-2

Por baixo, os sutiãs continuam na mesma, modelos comportados e combinando com o look. Agora, não é demais como duas blusas aparentemente com propostas tão diferentes são tão parecidas? Cada uma vem de uma vertente mas, no final, as duas nascentes desembocam no mesmo rio.

Eu ainda estou com aquela estranheza inicial, talvez eu apostasse na blusa de poá porque achei mais edgy. E vocês, apostam ou passam?

Acabe com o Bad Hair Day

Sabe aquela história que o humor depende do jeito que o seu cabelo acordou? Bem que eu queria que isso fosse mentira, mas não tem jeito, é só o cabelo acordar um grande vacilo (é assim que eu chamo meus bad hair days) que a hora de se arrumar para sair de casa deixa de ser diversão. E aí, fazer o quê? Chorar, se esconder? Claro que não! A gente sabe bem mais que isso.

Nessa hora, você apela para tudo que os blogs de moda e sites de street style te ensinaram e ainda dá jeito de recolher uns elogios. E a sacada da vez é… turbante!

inspiracao-turbante

Não, eles não são novidade, mas olha só essas imagens e vê se ainda não dá um caldo (ou uma sopa inteira dependendo de como você colocar para jogo). Agora, por que eu to falando isso? Porque essa semana mesmo eu passei por essa situação vacilo.

Uma amiga mega querida (beijo, Xuxu – inclusive ela tem um blog lindo aqui ó) me chamou para  sair à noite e a cabeleira estava uó. Por causa disso você vai perder a chance de ver uma amiga querida? Jamais! Olhei aquele turbante pendurado no cabide, ele olhou para mim e feito!

como usar turbante

Eu fui de A para B em questão de segundos. Agora, não precisa fazer a louca e mostrar seu bad hair day em cadeia nacional, tipo eu. Só coloca o turbante que já tá lindo, tá mara, tá resolvido :)

Quanto ao turbante, esse eu comprei na Forever 21 por uma bagatela (não lembro digitos, mas não passou de 30 reais fato), mas dá sempre para pegar uma faixa antiga ou até a barra de um vestido que você mandou encurtar para fazer às vezes de turbante (em outro post eu mostro essa proeza que já me rendeu acessórios de cabelos maravilhosos) :D

Quais truques vocês usam para disfarçar um cabelo que secou ou acordou no vacilo?

Porque Neoprene é Uma Ótima Escolha

Faz um tempinho que o Neoprene começou a figurar nos sites de street style e nas passarelas. Algumas peças a gente ama, outras torce o nariz, mas você já parou para se perguntar por que o tecido é uma boa escolha, ainda mais para quem vive no Brasil?

neoprene

Primeiro, ele é confortável todavida – não é à toa que ele é usado para fazer roupas de surf, né? A mobilidade é total e, como o tecido estica, em momento nenhum você fica desconfortável.

1 ponto para o Neoprene.

Segundo, ele isola o calor, mas não esquenta demais, o que torna ele a peça perfeita para o nosso invernico – que muitas vezes não é o suficiente para um tricot, mas é demais para sair desprotegida.

2 pontos para o Neoprene.

Terceiro, por ser leve, a costura deixa ele levantadinho. Resultado: as saias e os vestidos ficam com aquele volume fofo que eu amo!

3 pontos para o neoprene.

Quarto, ainda pensando na leveza do tecido, ele nao pesa na mala e nem no corpo. Mais conforto para você na hora de escolher a peça.

4 pontos para o neoprene.

O tecido só tem um porém para mim. Às vezes, esse levantadinho deixa um volume exagerado, o que pode incomodar um pouco quem curte uma roupa com caimento mais soltinho (tipo eu! Haha). Mas aí, é só apostar em vestidos mais coladinhos ou saias.

Agora, se você curte um look dramático e volume não te assusta, pode apostar nos casacos também!

casaco-de-neoprene

Eu tenho uma saia de Neoprene da FARM que eu uso quase toda semana hahaha. Com blusa social, camiseta rocker, moletom… não tem tempo ruim para a peça.

E vocês, tem alguma peça com o tecido que não dispensam ou estão pensando em investir?

Inspiração de Tatuagens

Esse fim de semana, eu fiz duas tatuagens novas, totalizando 4 desenhos pelo meu corpo todo e achei que ia ser legal falar sobre o tema, afinal, muta gente adora mas ainda morre de dúvida/medo/insegurança etc.

Eu resolvi contar um pouquinho das descobertas que eu fiz ao longo desse tempo – e vai que uma dessas dúvidas é a que está povoando a sua cabeça, não é mesmo? :)

Para quem está nessa, vou colocar aqui para jogo algumas referências que eu guardei na hora de pesquisar uma tatuagem que tivesse a ver com o meu momento: amor vale mais que tudo e obrigada, deus por eu ter começado a escrever hahaha.

inspiracao-tatuagem

Agora é a hora da dica hahaha. Eu juro que não é momento lição de moral, são só algumas coisas que eu sempre penso ou que já pensei na hora de fazer uma tatuagem que podem ajudar você também.

1 – Pesquise!

Eu acho que o primeiro passo é pesquisar e não precisa entender de traços e design para achar a sua tatuagem. Eu acho que a escolha parte do seu coração. Você olha e pensa: meu deus, eu preciso. Pronto, é linda e é sua!

2 – Espere o tempo certo

A primeira vez que eu quis fazer uma tatuagem, eu tinha uns 14 anos. A minha mãe (santa!) não deixou e hoje eu sou muito grata. Quando eu penso nos desenhos que eu queria fazer naquela época, benzadeus que não fiz! Hahaha

3 – Significado é importante?

Então, todas as minhas tattoos têm significado, mas só porque eu acho que assim a chance de um dia eu desgostar delas é quase nula. Não é o desenho que importa, é o que ele quer dizer para mim. Mas, se você acha um desenho lindo e quer tatuar só por causa disso, o corpo é seu e ninguém tem nada com isso.

4 – Escolha um estúdio confiável

Se você não conhece nenhum, peça dica para os amigos. Às vezes, o mais barato pode te dar uma dor de cabeça sem fim (desenho mal feito, falta de higiene) e nem sempre o mais caro quer dizer que é o melhor. Pesquisar é preciso, ainda mais quando o assunto é tão importante, né?

5 – A tatuagem é sua!

Nunca ouça alguém que diz algo para diminuir ou denegrir um desenho que você escolheu e ama. A única pessoa que você deve ouvir de fato nessa hora é você e o seu tatuador – ele tem experiência o suficiente para te dizer o que funciona e o que não funciona.

minhas-tattoos

Essas foram as duas tattoos novas que eu fiz. Para vocês terem uma ideia, a pena eu vi na internet e a frase com mix de fontes eu vi em um adesivo de paredes hahaha. A inspiração para um desenho pode estar nos lugares onde você menos imagina!

Para os curiosos <3

A pena é uma homenagem ao que eu mais amo fazer na vida que é escrever. Toda a minha carreira e o meu hobby que acabou virando um pedacinho do meu trabalho só existem porque um dia eu resolvi escrever :)

A frase é por dois motivos: primeiro eu amo Beatles incondicionalmente e segundo, eu acho que nada nessa vida é mais importante que o amor que a gente planta em cada relação que a gente tem, seja de família, amigos ou namorado. No fim, só o amor importa mesmo.

Eu fiz as minhas no Estudio Torres e amei. Os caras são mega profissas, talentosos e gente boa toda vida. Quem é do Rio, vale dar uma conferida.

É isso! Vocês já decidiram o que querem tatuar? :)

Faça Você Mesma: Papel de Parede Arabesco

Quando eu fiquei noiva, a primeira coisa que eu fiz, além de contar a novidade paras melhores amigas, conhecidas e até a galera da esquina, foi começar um mural no Pinterest com a decoração da casa nova. Quem mora sozinha sabe e quem ainda não mora um dia vai saber: uma das melhores sensações do mundo é decorar a SUA casa como VOCÊ quer. E o povo achando que liberdade é voar de asadelta…

Dada a missão de ter o lar perfeito, sem gastar baldes de dinheiro porque eu tenho senso e conta bancária limitada, uma das primeiras decisões que eu tomei foi: eu preciso de um papel de parede. E lá fui eu atrás de orçamento e eu vou dizer uma coisa, da primeira loja eu já sai disposta a deixar essa ideia de lado. De acordo com a senhora que me atendeu, para ter a parede dos meus sonhos eu ia ter que desembolsar só 2700 reais. Em uma parede?? Não, obrigada.

Maaas, assim como eu fiz com as cadeiras de acrílico, eu resolvi recorrer ao bom e velho Google e depois de dias (e gente, pesquisar dias no google é, de fato, muito estressante), achei uma loja de papel de parede online que vendia o rolo por um preço razoável. Pelas contas, minha parede inteira sairia R$ 400. Muito justo! Fiz meu pedido e, depois de muito estresse que eu conto ja ja, ele chegou!!

papel-de-parede-arabesco

São rolos comuns auto-colantes, ou seja, não precisa passar cola nem nada, tudo na praticidade. O email com o pedido também vem com um vídeo ensinando a colar o papel e a encomenda também vem com uma espátula, que é necessária para a aplicação. Bem simples e tranquilo, mas que trabalho braçal do caceta. Fora o estresse emocional de colar tudo retinho – e eu sou uma negação em fazer linha reta, então já viu…

Papel-de-parede-1

Durante o processo, eu me arrependi umas 17 vezes de ter começado, mas hoje, olhando o resultado final eu fico mega contente de não ter desistido e deixado a parede capenga pela metade hahaha.

Esse fim de semana eu recebi várias amigas aqui em casa para fazer um piquenique indoors (porque estava chovendo) e adivinha quem foi que recebeu mil elogios? A parede enfeitada de arabesco, toda linda e imponente. Ó só!

papel-de-parede-2

Quem quiser encarar essa aventura, eu encomendei o meu papel de parede nesse site aqui, mas eu vou falar uma coisa: foi uma novela! Primeiro eles mandaram o papel com defeito, depois mandaram o papel errado e, da terceira vez, acertaram. Eles se prontificaram sempre a consertar os erros, mas o processo foi bem demorado e estressante. Quem quiser arriscar, esteja preparada :)

Alguém aí se animou para colocar um papel de parede em casa?

Como Cuidar da Pele

Um dos maiores elogios que eu recebi na minha vida foi quando eu fui fazer o teste de maquiagem para o meu casamento. A maquiadora (beijo, Nana!!) olhou para mim e disse “mas você não precisava ter preparado a pele” e eu não tinha preparado nada! Naquele momento, sabe quando você sente que todos os dias de hidratante aplicado, de não dormir com maquiagem, de lavar o rosto regularmente valeram à pena? hahahaha

Algumas amigas também já vieram dizer que a pele do meu rosto está em um momento lindo, e eu sempre digo para elas que não existe pele bonita sem cuidado. Você pode até ter sido abençoada por uma cútis sem espinha, rosácea ou qualquer dessas ziquezeiras de pele, mas, amiga, uma rotina de beauté, por mais simples que seja, opera milagres!

como-cuidar-da-pele-do-rosto-1

E quando eu digo rotina, não é 25 passos para uma pele linda hahah. São poucas providências para deixar a saúde dessa parte do corpo em dia.

Eu vou colocar aqui o meu passo a passo em ordem. Quem se sentir compelida, é só seguir que nem receita de bolo. Daí, depois vocês me contam se essa rotina funcionou para vocês como funciona para mim! :)

como-tirar-maquiagem

À noite, eu me preocupo muito em dormir com a pele limpa. Vocês não fazem ideia do que dormir com aquele resto de máscara de cílios e corretivo detona a saúde da pele. Não é só a sua fronha que sofre não!

Primeiro, eu demaquilo o rosto toooodo. Eu uso esse demaquilante da Bioderma que é para pele sensível. Eu não sei onde vende no Brasil, mas sempre que viajo faço tipo um estoque haha.

Segundo, eu tiro a máscara dos olhos com esse demaquilante Marina Smith by 2beauty. Vende aqui na Sephora e é muito baratinho – e se tem uma coisa que eu curto é produtinho BBB. Eu comprei um e logo depois acabei ganhando outro da marca. Então, tem estoque aqui em casa também, meio sem querer querendo, mas tem!  :)

Terceiro, eu lavo o rosto todo. Às vezes eu acho que eu tenho meio TOC, sabe? Odeio dormir com qualquer tipo de creme no rosto, então eu sempre lavo bem com esse gel de limpeza da Nívea. Eu uso esse gelzinho bem dito faz 3 anos e esse é o meu 4º potinho. Para vocês verem que o danado dura!

Quarto, antes de deitar, eu dou uma borrifada de água termal no rosto, estou usando a da Vichy. Parece besteira, parece que não funciona, mas eu vou falar para vocês… desde que eu inclui esse passo, os calombinhos de alergia da minha pele desapareceram. Não é mágica, é tecnologia! Haha

Como-passar-hidratante

Agora, amanheceu e chegou a hora de cuidar da pele com os raios de sol batendo na janela e a cara de sono bombando no espelho. Eu acho que essa preguiça matinal fez eu manter a minha rotina de beauté muito enxuta haha.

Primeiro, eu lavo o rosto com a espuma de limpeza da Nivea. Mas isso foi só uma desculpa para eu comprar essa espuma quando vi na Farmácia hahaha. Eu já tinha o gel e fiquei “ah, mas eu preciso da espuma para de manhã” e comprei, mas a verdade é que não precisa não. Um tipo só de sabonete, que case com a sua pele, tá de bom tamanho!

Segundo, aplico o hidratante no rosto todo. Eu uso esse da Clinique que amo, amo, amo, mas acho que porque ele já passou da validade (abafa o caso) começou a irritar um pouco a minha pele. Então, estou testando esse da Feito Brasil, que ganhei de presente de uma amiga da Sephora <3, e estou curtindo bem! Pode parecer bobeira, mas muitas amigas jám e perguntaram a quantidade de hidratante que é suficiente para o rosto. Isso aí que está na pontinha do meu dedo, eu já acho suficiente para cada metade do rosto!

hidratante-de-rosto

É que se você colocar muito, sua pele acaba ficando meio brilhosa durante o dia, porque ela não absorve o que não precisa, então eu sempre coloco pouquinho e funciona!

Para quem não sabia cuidar da pele, tá aí uma rotina de beleza completa e ó, pode parecer muita coisa, mas é tudo bem rapidinho e em poucas semanas você já vai sentir a mudança.

Vocês também têm uma rotina de beleza? Ela tem poucos passos ou é cheia de etapas elaboradas?

O Lado Negro do Red Carpet

Imagina que você foi convidada para uma super festa. Escolheu um vestido da sua loja favorita, passou o dia no cabelereiro, maquiador e, no fim de tudo, se olhou no espelho e achou o resultado positivo.

Entrou na festa, se divertiu e no dia seguinte pessoas postam uma foto sua em redes sociais ridicularizando o seu vestido, comparando você a personagens de desenho e te colocando em uma lista das mais mal vestidas. Meninas, que você conhece e não conhece, rindo de você. Fazendo piadas e achando que criticar é entretenimento. Não precisa ter bola de cristal para supor como a gente se sentiria se esse futuro se concretizasse para a gente, né?

Ai, você acorda depois de um evento de gala frequentado por celebridades, abre os principais sites de moda, seus blogs favoritos, sites pequenos e o que você encontra: Listas e mais listas das mais mal vestidas. É piada, é trocadilho, a zoação não tem fim. Ah, mas elas são celebridades, né: Não se importam ou nem ficam sabendo desse tipo de coisa.

wintour2

Sinceramente, eu acho praticamente impossível que as celebridades não fiquem a par das listas de mais mal vestidas que as editoras de moda insistem em publicar, mas, muito além do sentimento de pessoas tão distantes, o que essas listas ensinam para a gente?

tumblr_mzn18te0jZ1rpubqio1_250

De cara, eu consigo pensar em várias coisas – e nenhuma delas é minimamente positiva. A gente cresce achando que:

- É ok julgar a aparência da outra

- Ridicularizar, se for pelo bem da risada, tá valendo doa a quem doer.

- Mulheres precisam estar impecáveis para nunca figurar em uma lista dessas.

- Criticar a escolha do outro, que não ofende nem atinge ninguém, é aceitável.

Das listas das mais mal vestidas do Red Carpet para “nossa, como a fulana (insira o nome de uma conhecida sua) é brega” é um salto bem pequeno. E a fulana é uma pessoa do seu convívio. E a fulana pode estar se curtindo muito na roupa dela. E a fulana não merece nem precisa ouvir julgamento sobre escolha de roupas. Assim como você nem ninguém precisa.

As pessoas se prendem muito a criticar o “politicamente correto”, mas é sempre importante ver o que um “entretenimento” está ensinando e perpetuando por aí. Não é bacana mostrar, através de ações, para as gerações mais novas que é bonito julgar. Nem é legal ensinar que você está sempre a mercê de um julgamento dependendo da roupa que escolher.

judging-a-person-does-not-define-who-they-are-it-defines-who-you-are

Eu ainda acredito em um mundo com um red carpet, um casamento ou uma festa de play livre de dedos apontados. Mas para que isso aconteça, é preciso que as pessoas comecem a abaixar as mãos.

Seu Sapato Diz Tudo Sobre Seu Jeans

Tá, que jeans é uma peça democrática isso não é novidade nenhuma, mas sabe uma coisa que eu reparei e achei tão bacana a ponto de valer um post? Que às vezes o que dá o tom da produção da sua calça velha de guerra é o sapato!

A parte de cima pode até estar bem parecida, mas se o sapato é diferente, pode ter certeza que o estilo dá aquela mudada junto com ele.

calca jeans

Fino com Salto Alto

Jeans é a cara da descontração e está longe de ser uma peça fina, mas coloca um scarpin com o salto bem alto na fita e vê se na hora ele não ganha aquele up!

Casual com All Star

Viram que a produção está quase igual à de salto alto, mas com all star fica mega “tô confortável, tô de boa” só pela sola do pé estar toda chapada no chão.

Para Ficar Pesado

Seu negócio hoje não é leveza. Você quer mais é despedaçar flores e chegar chegando, marcando presença e mostrando a que veio. Então, vá de coturno!

Para Ficar Boyish

Tá aí uma coisa que eu amo: aquela produção meio menininho com peças masculinas, mas que no fim acabam ficando femininas e lindas. Para apostar nessa vertente, oxford é a parada.

Vou contar que eu uso e abuso dos 4 com a minha calça jeans. E você, qual dos quatro estilos costuma colocar mais em prática?

Como Cobrir Olheiras

Gente, eu preciso contar uma coisa para vocês (e de tanto que eu uso essa frase, daqui a pouco eu mudo o nome do blog para “Diário da Iana” em vez de “É Tendência” hahaha): eu tenho muita olheira. Tanta, mas tanta que eu sou adepta do corretivo desde os 13 anos de idade. Uma coisa bem precoce, mas que me deu bagagem para falar sobre como cobrir olheiras aqui hoje.

É que eu já usei mil corretivos, já testei métodos e ultimamente esse tem sido o meu triunfo na hora de camuflar os círculos escuros. E esse truque consiste em 2 produtos em vez de 1! Exagero? Que nada! Ja já vocês vão entender o motivo.

kit-olheiras

Para começar, o Fake Up e o Boi-ing, os dois da Benefit (como não amar Benefit? Alguém me ensina?), tem meio que funções diferentes. O Fake Up é um dois em um bem esperto: a parte branca é tratamento para a área dos olhos, com anti-rugas e hidratante, e a parte do meio é para esconder a olheira, mas de forma leve.

Já o Boi-ing é um hidratante de altíssima cobertura, desses passou cobriu, mas ele é muito espesso e se você, como eu, tem aquelas linhazinhas chatas embaixo dos olhos, pode ser que ele faça vincos e deixe marcado. Aí, para pegar o melhor dos dois basta combinar!

corretivo

Eu aplico o Fake Up primeiro para a parte de tratamento penetrar melhor na pele e também porque ele é mais molinho e ajuda o Boi-ing a deslizar melhor. Eu faço um “V” bem grandão embaixo dos olhos e depois espalho com batidinhas.

Tudo pronto? Depois eu pego o Boi-ing e aplico também dando batidinhas por cima. Gente, isso é muito importante: corretivo você não esfrega, você não aplica em círculos. Como ele é uma maquiagem de cobertura, a forma de conseguir o melhor resultado dele é dando batidinhas para espalhar o produto sem tirar :)

como-disfarcar-olheiras

Tcharan! De um lado, a Iana que parece que dorme só duas horas por dia e do outro a Iana que parece que dorme lindas 12 horas de sono hahahaha. Na verdade, eu durmo bem, mas a minha olheira é genética então não adianta muito.

Eu comprei os dois produtos em uma viagem, até mostrei aqui as comprinhas, mas tem aqui no Brasil na Sephora: Fake Up e Boi-ing. As minhas cores ssão, respectivamente, medium e 03.

Alguém tem mais truques na manga de como apagar olheiras?

Look Lindo de Terça: O Nada Lindo!

Look Lindo de Terça no ar e, dessa vez, eu não olhei a produção e me apaixonei. Eu olhei a produção e pensei: aaaaah, é assim que essa peça fica bonita. Principalmente nas lojas lá fora – e por aqui normalmente na Zara, eu sempre me deparo com esses sobretudo camel, meio estruturados, meio de camurcinha e penso: não existe forma de isso ficar bonito em uma produção que não seja de uma senhora de 50 anos.

É que eu acho a peça tão séria, sabe? Tão sem bossa, e no fundo era só a minha falta de criatividade se manifestando, porque olha ai o casaco em uma produção super fofa e jovem que só!

mont1

E sabe o que foi mais bacana? Eu nem consegui reparar mil coisas diferentes que me chamaram a atenção, acho que isso quer dizer que a produção está simples, sem esforço, sem truque. Só uma peça combinada com outra que tchan: dá certo!

mont22

T-Shirt

Para mim, a estrela dessa produção é a t-shirt. Ela sempre deixa tudo super informal, super “me visto de qualquer jeito”. Amo.

Acessórios

Não importa como eles são, não importa a quantidade, eles sempre fazem a diferença no “looks”. Aqui nesse caso, achei o “sortimento” (hahah da onde eu tirei essa palavra?) chique, para equilibrar o ar informal da T-shirt e para combinar com a formalidade do overcoat.

Saia de Couro

Essa parte eu só me liguei depois que fiz a montagem: olha que lindeza o contraste de textura lisinha e meio opaca meio brilhosa do couro com a opacidade total e camurcinha do casaco. Contrastes de tecido na roda é vida.

Bora Votar? Dessa vez eu vou colocar três opções para dar uma esquentada nessa votação. Qual é a sua escolha?

1 2 3 49